Certamente essa pergunta trás diversos outros questionamentos, como por exemplo: quais serão os impactos das mudanças climáticas a curto prazo? ou como gerenciar os riscos de um mercado pós pandemia? Como evitar dívidas ou financiamentos com juros? Como trabalhar a sucessão familiar se o jovem não tem interesse pela Agricultura?

Estamos vivendo um momento onde falar de futuro é inevitável, hoje, reconhecemos o termo Futurista com uma nova profissão. Esses visionários são responsáveis por canalizar por meio de estudos, dados e imaginação cognitiva quais os possíveis cenários manifestarão para então termos uma preparação a estas mudanças.

Aqui estamos em torno de um movimento chamado Agro Em Rede. Um encontro que movimentou uma proposta de realizar uma rede colaborativa setorial do “mundo agro” reunindo aproximadamente 60 pessoas de diversas empresas e segmentos. Diversos grupos emergiram desse chamado e este grupo faz parte desse impulso.

A Cultivadora nasce com um grupo semente do movimento Agro Em Rede. Com o conceito de cultivar relações, pensamentos e projetos diversas inciativas foram germinadas. Este grupo, Agricultores do Futuro é um dessas iniciativas sementes que nascem desse movimento em rede. Sobre como será o futuro, não podemos responder com precisão, entretanto, certamente ele dependerá de seu cultivo.